Conheça as 20 grandes maravilhas da natureza

O Grande Buraco Azul de Belize, uma fenda no fundo do oceano que pode ser vista desde o espaço; os Lençóis Maranhenses, com toda sua beleza; a Grande Barreira de Coral, maior estrutura de organismos vivos; e desertos, montanhas, quedas d’água. Ao redor do mundo a natureza tem obras que merecem a viagem. Selecionamos 20 maravilhas da natureza que você não pode perder.

Salto Angel, Venezuela

Com 979 metros de altura e uma queda livre de 807 metros, Salto Angel é a maior queda d’água do mundo. A maior parte de sua água, que desce de um dos principais “tepuis” do Parque Nacional de Canaima, no sul da Venezuela, se evapora antes de atingir o solo.

Grande Barreira de Coral, Austrália

Formada por mais de 3 mil recifes no largo da região australiana do Queensland, a Grande Barreira de Coral é a maior estrutura do mundo feita de organismos vivos. O ecossistema tem tartarugas marinhas, baleias e golfinhos, mas está sendo ameaçada pelas mudanças climáticas, que ameaçam os corais por aumentos de temperaturas nas águas.

Lençóis Maranhenses, Brasil

Uma das maiores maravilhas naturais do Brasil encontra-se a cerca de 250 km de São Luís, capital do Maranhão. O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses tem 270 km² de dunas com lagoas de água doce que se acumula com as chuvas, criando paisagens incríveis.

Cataratas Vitória, Zimbábue e Zâmbia

Formadas pelo rio Zambezi entre o Zimbábue e a Zâmbia, as Cataratas Vitória encontram-se entre as quedas d’água mais impressionantes do planeta, chegando a mais de 100 metros de altura. As quedas se dividem entre os parques nacionais de Victoria Falls, Zimbábue, e Mosi-oa, Zâmbia, numa área total de 18 500 km².

Lagos de Plitvice, Croácia

No interior da Croácia, a cerca de 130 km de Zagreb, capital do país, o Parque Nacional dos Lagos de Plitvice tem mais de 200 km² de belezas naturais. São dezesseis lagos com águas turquesa, em níveis diferentes e ligados por dezenas de cachoeiras, tudo cercado uma rica vegetação.

Grand Canyon, Estados Unidos

Situado no estado americano do Arizona, o Grand Canyon é uma das maiores maravilhas geológicas do planeta. Esta paisagem encontra-se numa área protegida de quase 6 mil km², atinge até 2 mil metros de profundidade, e tem uma largura de até 30 km. As paisagens, sem dúvida, impressionam qualquer visitante.

Grande Buraco Azul, Belize

No litoral do Belize, o Grande Buraco Azul é uma impressionante falha submarina, exposta ao mundo pelo famoso explorador Jacques Cousteau. Com mais de 300 metros de diâmetro e 130 de profundidade, o local é um dos melhores lugares do mundo para a prática do mergulho e pode ser visto desde o espaço.

Península de Valdés, Argentina

Próxima à cidade de Puerto Madryn, no litoral da Patagônia argentina, a Península de Valdés é um santuário natural de mais de 4 mil km² inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Habitada por guanacos, pinguins e leões-marinhos, a Península também é um ponto excelente para avistar baleias, frequentadoras de seu litoral entre os meses de junho e dezembro de cada ano.

Cânion do Colca, Peru

O Cânion do Colca é um dos mais profundos do mundo e uma das maiores belezas naturais do Peru. A 150 km de Arequipa, no sul do país, a região do Colca tem belíssimas paisagens sobre o rio homônimo, com montanhas dos Andes como pano de fundo.

Monte Roraima, Brasil e Venezuela

“Tepuis” é como são conhecidas as montanhas planas da fronteira entre o Brasil e a Venezuela. O Monte Roraima é o mais alto destes tepuis, com mais de 2 790 metros de altura, e um topo plano de 90 km ² de extensão.

Pedra de Uluru, Austrália

No árido coração da Austrália, a 400 km da cidade de Alice Springs, a Pedra de Uluru tem mais de 350 metros de altura e 9 km de circunferência. Com diferentes tons de vermelho e laranja que mudam com a posição do sol, Uluru, situada dentro do Parque Nacional Uluru-Kata Tjuta, é sagrada para os aborígenes locais.

Stromboli, Itália

Com seus 926 metros, o Stromboli predomina sobre a pequena ilha do litoral da Sicília que leva seu nome. Ao contrário da maioria dos vulcões, o Stromboli está em erupção constante, lançando lava e cinzas. O vulcão fascina os cientistas, mas também turistas aventureiros em busca de novas experiências, ávidos de ver rios de lava fogos de artifício naturais criados pelas erupções noturnas.

Lago Myvatn, Islândia

A Islândia tem incontáveis maravilhas naturais, de vulcões a gêiseres, passando por geleiras, cachoeiras e outras belezas. Mas algumas das paisagens mais belas que o país tem para oferecer encontram-se em volta do Lago Myvatn, no norte da ilha.

Torres del Paine, Chile

Com cerca de 24 mil hectares ao sul da Patagônia chilena, o Parque Nacional de Torres del Paine é um destino recheado de belezas naturais. Picos nevados, flores, lagos e geleiras são alguns dos elementos que formam paisagens estonteantes.

Montanhas Rochosas Canadenses, Canadá

A região das Montanhas Rochosas canadenses tem algumas das mais belas paisagens da América do Norte. O Parque Nacional de Banff reúne a maioria delas, com montanhas, florestas e cachoeiras refletidas nas águas límpidas de lagos como o Lago Moraine.

Chapada Diamantina, Brasil

O Parque nacional da Chapada Diamantina ocupa 38 mil km² de serras no centro do estado da Bahia, onde nascem rios que formam cachoeiras riachos e piscinas de águas claras. A Chapada Diamantina é um excelente destino turístico para praticar trekking em meio a visuais impressionantes, e para praticar esportes radicais como rafting e rapel.

Fernando de Noronha, Brasil

A 545 km do litoral de Recife, o arquipélago de Fernando de Noronha é formado por 21 ilhas, e mundialmente famoso por suas praias, suas trilhas, e sua vida marinha. Tartarugas, golfinhos e tubarões, são alguns dos animais que podem ser avistados neste paraíso natural protegido que faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Table Mountain, África do Sul

Segunda cidade mais populosa da África do Sul, a Cidade do Cabo vive em sintonia com a natureza. Além de seu belo litoral, a montanha de Table Mountain predomina sobre a cidade, criando um cartão-postal único, e oferecendo, de quebra, um belo espaço para praticar trilhas, escalada, e ter um visual impressionante sobre a Cidade do Cabo e sua baía.

Monte Fuji, Japão

Com seus mais de 3 700 metros de altura, o Monte Fuji é o ponto mais alto do Japão, além de ser um dos principais cartões-postais do país. Sagrado para os japoneses, o Monte Fuji é um vulcão ativo, bem que sua última erupção tenha acontecido em 1707.

Cataratas do Iguaçu, Brasil e Argentina

Com mais de 270 quedas entre o Brasil e a Argentina, divididas em dois parques nacionais dos respectivos países, as Cataratas do Iguaçu são de uma beleza única. Além de quedas espetaculares como a Garganta do Diabo é seus 82 metros de altura, turistas apreciam uma rica vegetação e uma fauna que inclui tucanos, borboletas coloridas e os inevitáveis quatis.

Ufa! Quanta coisa linda né? Agora é só entra na loja do Brasil na Bagagem e partir pra viagem ! 😉

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *